A
A
logo fronteiras xxi

Como se combate a corrupção, em Portugal?

92 min
31 Mar 2021
Ver episódio

A ONU estima que o mundo perde 5% do PIB global para a corrupção, todos os anos. O equivalente a mais de 3 triliões de euros.

Em Portugal, o desvio de fundos públicos para satisfazer interesses particulares é um crime que todos os anos provoca a perda de 18,2 mil milhões de euros — o equivalente a cerca de 7,9% do PIB, revela o Ministério da Justiça.

Mas a corrupção assume muitas formas e nem todas são puníveis à luz da lei portuguesa – algumas são só eticamente recrimináveis.

Aliás, vários organismos nacionais e internacionais têm alertado que as medidas para tentar travar a corrupção no país têm sido insuficientes. Muitas não chegaram sequer a sair do papel. O que contribui para a perceção pública de que o problema é generalizado.

Será que os códigos de conduta e diretivas europeias têm sido eficazes para prevenir a corrupção? Existe vontade política para lhe pôr um travão? Ou poderá ser necessário dar formação especializada a quem a investiga, a julga e a pune? A sociedade civil também tem um papel a desempenhar no esforço para conter este fenómeno?

Neste episódio de Fronteiras XXI, debatemos a corrupção – as suas causas históricas, o seu peso na sociedade portuguesa e as ferramentas disponíveis para o seu combate eficaz.

Para além dos convidados presentes no debate, este episódio conta, ainda, com entrevistas exclusivas ao jornalista que liderou a investigação dos “Panama Papers”, Gerard Ryle, e com o fundador da ONG Transparency Internacional, Peter Eigen.

Como avalia este conteúdo?
A sua opinião é importante.
0
No votes yet
Episódios
1
set do estúdio do Fronteiras XXI
O populismo tem ideologia? - Parte 1

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

90 min
Saber mais

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

90 min
Saber mais
2
set do estúdio do Fronteiras XXI
O populismo tem ideologia? - Parte 2

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

54 min
Saber mais

O populismo é considerado por muitos a principal ameaça à democracia na Europa. Do Reino Unido à Áustria, de Espanha a Itália, os partidos anti-sistema, que defendem a vontade do...

54 min
Saber mais
3
T1E2
Como será o trabalho do futuro?

Como será o emprego no futuro? Que profissões vão desaparecer e que novas áreas de trabalho serão necessárias? O Fórum Económico Mundial calcula que, até 2020, as novas tecnologias...

89 min
Saber mais

Como será o emprego no futuro? Que profissões vão desaparecer e que novas áreas de trabalho serão necessárias? O Fórum Económico Mundial calcula que, até 2020, as novas tecnologias...

89 min
Saber mais
4
set do estúdio do Fronteiras XXI
Afinal o que é a dívida?

Portugal é um país altamente endividado e que não cresce. A dívida, sobretudo a do Estado que atingiu 241,1 mil milhões de euros em dezembro passado, tem-se acumulado, ano após ano...

93 min
Saber mais

Portugal é um país altamente endividado e que não cresce. A dívida, sobretudo a do Estado que atingiu 241,1 mil milhões de euros em dezembro passado, tem-se acumulado, ano após ano...

93 min
Saber mais
Fronteiras XXI, um programa de debate semanal da Fundação Francisco Manuel dos Santos, emitido na RTP
Série
Debate
Fronteiras XXI
57EPISÓDIOS
2017

Debater os grandes temas que desafiam Portugal e o mundo, colocando frente a frente conceituados especialistas nacionais e/ou internacionais e uma plateia selecionada. É este o desafio do Fronteiras XXI, o programa mensal da RTP3 que resulta de uma parceria entre a Fundação Francisco Manuel dos Santos e a RTP.

O Fronteiras XXI pretende alargar o debate às plataformas digitais, desafiando o público a participar no programa antes, durante e após o debate. Pode fazê-lo enviando as suas questões aos oradores através do e-mail fronteirasxxi@ffms.pt. As melhores perguntas serão selecionadas para o debate.

Ao longo de 90 minutos, discutem-se temas que marcam a atualidade, mas também outros, menos mediáticos, que afetam o dia a dia dos portugueses para falar do presente a pensar no futuro.
 

Ler menos