A
A
Um estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos sobre igualdade de género ao longo da vida.

Igualdade de género ao longo da vida

Como se caracterizam e estruturam as relações de género nas diferentes idades da vida? Como se caracterizam e estruturam essas relações em diferentes contextos geográficos e sociais? Encontre a resposta a estas e outras questões neste estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos.
2 min
Documentos
Estudo Igualdade de género ao longo da vida, da Fundação Francisco Manuel dos Santos
Igualdade de género ao longo da vida - Portugal no contexto europeu

O género e a idade de alguém condicionam as suas interações, as suas perceções e as suas expectativas sociais, bem como as suas relações de poder, as suas oportunidades e as suas condições de vida. Olhando para três “idades da vida” (1-Infância e juventude – até aos 29 anos; 2- Rush hour of life – dos 30 aos 49 anos; e 3- Fase tardia da vida ativa – dos 50 aos 65 anos), este estudo da Fundação Francisco Manuel dos Santos procura compreender e retratar a forma como os contextos geracionais e a idade influenciam as relações de género, em áreas da vida social portuguesa como

  • a educação;
  • o mercado de trabalho;
  • a vida familiar;
  • a articulação trabalho-família;
  • a saúde;
  • a violência de género.


Este estudo compara Portugal com os restantes países da União Europeia, desde o início do século XXI até 2016. Faz ainda uma análise mais aprofundada de oito países europeus: Alemanha, Espanha, França, Polónia, Portugal, Reino Unido, República Checa e Suécia, refletindo diversos modelos de Estado Social.

Tratou se, no essencial, de mapear e caracterizar as diferenças e semelhanças entre mulheres e homens analisando as relações que se estabelecem entre género e contextos sociais em Portugal e nos outros países europeus. Embora se trate no essencial de uma abordagem extensiva e de mapeamento e caracterização global, procurou se também avançar hipóteses explicativas para as diferenças e semelhanças encontradas entre homens e mulheres e nas diferentes idades da vida, a partir dos contributos das teorias de género e das ciências sociais.

A Fundação procura assim, com a divulgação deste estudo, dar a conhecer esta realidade tão importante da sociedade portuguesa, e contribuir para o debate em torno das questões de género, para que as políticas públicas possam obter melhores resultados neste domínio.

Nas últimas décadas, a igualdade de género tem sido promovida no plano legislativo, quer em Portugal, quer na comunidade internacional, através da pressão de movimentos feministas e de grupos ligados a diferentes identidades de género. Todavia, algumas inovações legislativas têm enfrentado a apatia, e até a resistência, de quem deve aplicar as leis. Há, até, instituições que apregoam a igualdade de género, sem que isso se traduza numa alteração substancial das regras ou práticas discriminatórias.
video thumbnail
Vídeo de apresentação
video thumbnail
Apresentação do Estudo
Acessos rápidos
Documentos
Estudo Igualdade de género ao longo da vida, da Fundação Francisco Manuel dos Santos