Economia e Políticas Económicas

Desigualdade Económica em Portugal

PUBLICADO EM junho 2012
Sobre
Ver

Sinopse

Este estudo apresenta uma análise aprofundada da evolução da desigualdade económica em Portugal ao longo das últimas décadas. Possibilita identificar algumas das principais características desta realidade, avaliar quais os sectores da sociedade mais afectados pelas alterações na distribuição dos rendimentos e quais as fontes de rendimentos que mais contribuem para a desigualdade. Os resultados obtidos permitem confirmar que Portugal permanece como um dos países mais desiguais da União Europeia. Embora a análise das desigualdades seja importante em si mesma, adquire neste estudo uma relevância acrescida ao ser interpretada como um elemento estruturante da análise das condições de vida dos indivíduos e das famílias, como uma componente essencial na determinação do nível do bem-estar do conjunto da população. Assim, embora as desigualdades económicas constituam o fulcro deste trabalho, são nele também abordadas questões relacionadas com as condições de vida, o bem-estar social e a pobreza económica naquilo em que estas são influenciadas, ou mesmo determinadas, pela distribuição dos rendimentos. O papel das políticas redistributivas sobre a repartição do rendimento, a desigualdade e a pobreza é igualmente objecto de estudo, considerando quer a intervenção pelo lado das receitas (impacto redistributivo da política fiscal), quer por via das políticas sociais (efeitos equalizadores das diversas políticas sociais de combate à exclusão e à pobreza).

Autoria

Coordenação e autoria

  • Carlos Farinha Rodrigues
    Economista, professor associado do ISEG – Universidade de Lisboa. Investigador do CEMAPRE (Centro de Matemática Aplicada à Previsão e Decisão Económica). É coordenador do Mestrado em Economia e Políticas Públicas do ISEG. É assessor do Instituto Nacional de Estatística nas áreas de distribuição do rendimento e das estatísticas das famílias. Membro da comissão de coordenação de preparação de uma proposta de Estratégia Nacional de Combate à Pobreza em Portugal. É consultor científico do Programa Proinfância promovido pela Fundação La Caixa. É coordenador científico em Portugal do projeto europeu “EUROMOD - Tax-benefit microsimulation model for the European Union”.
  • Rita Pires Figueiras
    Licenciada em Matemática Aplicada às Probabilidades e Estatística pela Faculdade de Ciências e pós-graduada em Análise de Gestão de Informação pelo Instituto Superior de Estatística e Gestão de Informação. Actualmente é técnica superior do Gabinete de Estratégia e Planeamento do MSSS.
  • Vítor Junqueira
    Licenciado em Economia pelo Instituto Superior de Economia e Gestão e integra o quadro técnico do Gabinete de Estratégia e Planeamento do MSSS, e trabalha nos temas da pobreza, exclusão social e distribuição de rendimentos, na avaliação e monitorização de prestações sociais e na produção de estatísticas da Segurança Social.

Partilhar