Valores e Opinião Pública

Sons e Silêncios da Paisagem Sonora Portuguesa

Nº 44 | maio 2014

Carlos Alberto Augusto

* 10% desconto incluído. Portes de envio grátis para Portugal Continental e Ilhas.
Sobre
Ver

Sinopse

Como soa Portugal? O que nos diz a paisagem sonora portuguesa se nos dispusermos a ouvi-la? Três elementos dominantes e problemáticos da paisagem sonora portuguesa, o ruído, o silêncio e a música, são aqui analisados. É apresentada uma rápida perspectiva histórica e é traçado o contributo de cada um destes elementos para a definição da paisagem sonora portuguesa actual. Também são descritos diversos casos, observados em Portugal, de um relacionamento harmonioso com o ambiente sonoro. Com isto pretende-se produzir um breve esboço da paisagem sonora portuguesa e chamar a atenção para a importância de um tema cujo estudo nos pode ajudar a conhecer mais aprofundadamente a identidade portuguesa.

Autoria

Coordenação e autoria

  • Carlos Alberto Augusto
    Compositor, designer sonoro e especialista em comunicação acústica, estudou com R. Murray Schafer e Barry Truax e sob a orientação deste último completou o mestrado em comunicação hipermédia interactiva na Universidade de Simon Fraser, em Vancouver, Canadá. Como compositor e designer sonoro, o seu trabalho centra-se sobretudo na área do teatro, video e tecnologias interactivas. É também autor de diversas peças de teatro-música. Foi programador para a área da música e artes do som de “Coimbra, Capital Nacional da Cultura 2003” e assistente de Constança Capdeville com quem colaborou em diversos trabalhos.

Partilhar