Economia e Políticas Económicas

Do made in ao created in: um novo paradigma para a economia portuguesa

PUBLICADO EM outubro 2021
Sobre
Ver

Sinopse

O envelhecimento da população e a transição climática são enormes desafios ao crescimento da economia portuguesa e exigem um novo paradigma de criação de riqueza, assente no conhecimento, nas qualificações e na inovação. Através da análise de sete áreas distintas – (1) Ambiente económico: concorrência, mercados e fiscalidade; (2) Sistema científico e tecnológico; (3) Qualificações e mercado de trabalho; (4) PMEs inovadoras; (5) Território e infraestruturas; (6) Investimento directo estrangeiro e cadeias de valor globais; e (7) Estratégia nacional para o mar – este estudo procura identificar obstáculos e oportunidades que permitam contribuir para a definição de políticas públicas que sejam promotoras de um crescimento sustentável da economia nacional, num contexto de forte colaboração entre o sistema científico e tecnológico nacional e o tecido empresarial. Neste sentido, o estudo engloba um «policy paper» para cada uma das áreas analisadas. A investigação foi desenvolvida por uma equipa de reputados economistas nacionais, cujo trabalho foi acompanhado por um Comité de especialistas nacionais e internacionais, especificamente constituído para este projecto: David Autor, Ricardo Reis, Sérgio Reis, Thomas Philippon, Andrés Rodríguez-Pose, Arlindo Oliveira, Tiago Pitta e Cunha, Georg Schütte e Gonçalo Saraiva Matias.

Autoria

Coordenação e autoria

  • Fernando Alexandre
    Professor Associado com Agregação da Universidade do Minho, vice-presidente do Conselho Económico e Social e consultor da Fundação Francisco Manuel dos Santos. Na Universidade do Minho exerceu as funções de Pró-Reitor, presidente da Escola de Economia e Gestão e director do Departamento de Economia. Foi presidente do Conselho de Administração da SBS Startup Braga, SA, e secretário de Estado Adjunto do ministro da Administração Interna no XIX Governo Constitucional. Autor e coordenador de sete livros sobre a economia portuguesa e de artigos publicados em revistas científicas internacionais como a «World Economy», «Open Economies Review», «Regional Studies», «CESifo Economic Studies», «Journal of Technology Transfer» ou «Higher Education». Colaborou como consultor com entidades públicas e privadas, como a Comissão Europeia, o Governo português, a Fundação Francisco Manuel dos Santos, a Fundação Calouste Gulbenkian, o Tribunal de Contas, a Confederação Empresarial de Portugal (CIP), a Associação Portuguesa de Seguradores ou a Associação Comercial do Porto. É membro do painel de comentadores do programa 360º da RTP3 e colabora regularmente com os media.

Equipa

  • Tiago Neves Sequeira (Faculdade de Economia
  • Universidade de Coimbra)
  • Lars Montelius (INL - International Iberian Nanotechnology Laboratory)
  • Paulo Ferrão (Instituto Superior Técnico)
  • José Varejão (Faculdade de Economia
  • Universidade do Porto)
  • Miguel Portela (Universidade do Minho)
  • Joana Vasconcelos (Universidade Católica Portuguesa)
  • João Cerejeira (Universidade do Minho)
  • João Tovar Jalles (ISEG
  • ULisboa)
  • Joaquim Oliveira Martins (Paris Dauphine)
  • Pedro Brinca (Nova SBE)
  • Hélder Costa (Universidade do Minho)
  • Carlos Oliveira Cruz (IST
  • Universidade de Lisboa)
  • Renato Rosa (Nova SBE)
  • Maria Antonieta Cunha e Sá (Nova SBE)
  • Ana Carina Silva (Nova SBE e Marine and Environmental Sciences Centre)
  • Catarina Frazão Santos (Nova SBE e Marine and Environmental Sciences Centre)
  • Til Dietrich (research assistant Nova SBE)
  • Flora Marchioro (aluna doutoramento Nova SBE)
  • Luís Catão (ISEG
  • ULisboa)
  • Pedro de Faria (Universidade de Groningen)
  • António Martins (ISEG
  • ULisboa)
  • João Januário (IST
  • Universidade de Lisboa)

Partilhar