Outros temas

Cidade Suspensa (capa amarela)

PUBLICADO EM junho 2020
* 10% desconto incluído. Portes de envio grátis para Portugal Continental e Ilhas.
Sobre
Ver

Sinopse

Decretado o estado de emergência, a cidade de Lisboa transformou-se de um dia para o outro. Ruas vazias, estradas sem carros, comércio fechado, quase ninguém no exterior. A cidade cheia de vida e de ruído, de trabalhadores e de turistas, deu lugar a uma cidade-fantasma, uma cidade suspensa por tempo indeterminado devido ao coronavírus. Daqui a alguns anos, muitos perguntarão que cidade era esta e poucos poderão responder, porque poucos foram aqueles que a viram em estado de emergência, nítida e despojada. Um retrato em imagem e texto de um momento único.

Autoria

Coordenação e autoria

  • Bruno Vieira Amaral
    Bruno Vieira Amaral é escritor e cronista no "Expresso". Publicou os romances "As Primeiras Coisas" (Prémio Literário José Saramago) e "Hoje Estarás Comigo no Paraíso", um "Guia Para 50 Personagens da Ficção Portuguesa" e o livro de dispersos "Manobras de Guerrilha". Para a coleção Retratos da FFMS, escreveu "Aleluia!", reportagem-ensaio sobre minorias religiosas em Portugal, e também os textos de "Cidade Suspensa: Lisboa em Estado de Emergência", livro com fotografias de Miguel Valle de Figueiredo. Em breve sairá a colectânea de contos "Uma Ida ao Motel". Prepara actualmente uma biografia do escritor José Cardoso Pires, a ser publicada em 2021.
  • Miguel Valle de Figueiredo
    Fotógrafo profissional desde 1986, desenvolve a sua actividade nas áreas industrial, de engenharia/arquitectura e editorial. Em 1994, foi co-fundador da revista "Volta ao Mundo" e seu director de fotografia até 2004, realizando reportagens em mais de 50 países. Ocupou o mesmo cargo na revista "Evasões" entre 1999 e 2002. É responsável por vários álbuns e exposições, o seu trabalho está publicado em diversos meios nacionais e internacionais e presente em várias colecções.

Partilhar

Relacionados

1 /