Novo
Excerto
Economia e Políticas Económicas

Por Onde Vai a Banca em Portugal?

PUBLICADO EM agosto 2020
* 10% desconto incluído. Portes de envio grátis para Portugal Continental e Ilhas.
Sobre
Ver

Sinopse

Os bancos portugueses lembram a história do Titanic. O sector financeiro português percorreu uma rota imprudente e, afinal, BPP e BPN eram apenas a ponta do icebergue. Muitos não acreditaram que algo enorme pudesse estar submerso (BANIF, BES, BCP, CGD, Montepio, etc.). Para prevenir outros sinistros é preciso reforçar a supervisão bancária e a estabilidade financeira e melhorar a governação pública e privada. Isto é tanto mais urgente quanto é certo que alterações tecnológicas e climáticas nos levam, hoje, por mares nunca dantes navegados.

Autoria

Coordenação e autoria

  • Jorge Braga de Macedo
    Academia das Ciências de Lisboa; CG&G‑NSBE; Catedrático jubilado UNL, Investigador NBER, CEPR e CIGI. Doutorado em Economia pela Universidade de Yale (EUA, 1979), foi director na EcFin (CE), ministro das Finanças, presidente do CD/OCDE e do IICT, ensinou em Luanda, Princeton, Paris, etc.
  • Nuno Cassola
    CefES‑Universidade de Milão‑Bicocca, Itália. CEMAPRE Universidade de Lisboa, Portugal. Doutorado em Economia pela Universidade de Kent (RU 1992). Trabalhou no BCE (1999‑2019) e no Banco de Portugal (1994‑1999); foi Professor no ISEG (1984‑1999) e Assistente no IST (1983‑1984).
  • Samuel da Rocha Lopes
    EBA — Autoridade Bancária Europeia (França); Executive Education‑Nova School of Business & Economics (Portugal); Aarhus University (Dinamarca). Investigador no CBR (Reino Unido) e CIRSF (Portugal). Doutorado em Finanças (ISCTE, 2009), foi economista no BCE e no Banco de Portugal.

Partilhar

Relacionados

1 /