Novo
Questões Sociais

A habitação apoiada em Portugal

Nº 99 | janeiro 2020

Ricardo Costa Agarez

* 10% desconto incluído. Portes de envio grátis para Portugal Continental e Ilhas.
Sobre
Ver

Sinopse

Corria a Primeira República quando, em Portugal, primeiro se considerou o direito de todos os cidadãos à habitação condigna e se iniciou a construção de «casas económicas» e «bairros sociais» com apoio público. Que herança ficou dos últimos 100 anos de iniciativas e realizações, e como pode esta experiência ser tornada útil em respostas e decisões, hoje? O presente ensaio propõe uma reflexão sobre os modelos, as ideologias e as matrizes que sucessivos regimes e governos adoptaram durante um século de promoção pública nacional da habitação apoiada. Através da arquitectura e do desenho urbano das casas e bairros realizados nas cidades, vilas e aldeias portuguesas, observam-se os grandes ciclos de política, filosofia de intervenção e organização administrativa subjacentes, com o Estado central a assumir posições de fôlego e protagonismo variáveis ao longo do tempo.

Autoria

Coordenação e autoria

  • Ricardo Costa Agarez
    É arquitecto e historiador da arquitetura e das cidades, professor no Departamento de Arquitetura da Universidade de Évora. Tem publicado livros e artigos sobre arquitectura e identidades nacionais e regionais, habitação multifamiliar, arquitectura pública, produção, circulação e intercâmbio de conhecimento arquitectónico e culturas arquitectónicas em burocracia (séculos XXI e XX). Coordenou o projecto “Habitação: Cem Anos de Políticas Públicas em Portugal, 1918-2018".

Partilhar