Excerto
População e Demografia - Questões Sociais

Discriminação da Terceira Idade

Nº 12 | março 2011

Sibila Marques

* 10% desconto incluído. Portes de envio grátis para Portugal Continental e Ilhas.
Sobre
Ver

Sinopse

O envelhecimento marcado da população a que assistimos nos últimos anos tem implicações importantes para as economias europeias e portuguesa. As pressões sobre o mercado de trabalho e sobre as medidas de protecção social requerem ajustamentos consideráveis, que passam pela promoção de políticas de envelhecimento activo que permitam aos cidadãos viver de uma forma mais saudável e mais produtiva. Esta perspectiva não se coaduna com a imagem negativa que prevalece nas várias esferas da nossa sociedade e que persiste em tratar as pessoas mais velhas como doentes e incapazes. Neste contexto, um facto é certo: o futuro do país passa necessariamente por uma mudança ideológica profunda no modo como encaramos o envelhecimento e as pessoas idosas de um modo geral. Uma edição FFMS e Relógio d'Água. Edição de 2011

Autoria

Coordenação e autoria

  • Sibila Marques
    Sibila Marques nasceu em Moçambique em 1977 e veio para Lisboa em 1980, onde reside desde então. É licenciada em Psicologia pela Faculdade de Psicologia da Universidade de Lisboa e doutorada em Psicologia Social pelo ISCTE-IUL – Instituto Universitário de Lisboa. É neste momento investigadora do Centro de Investigação e de Intervenção Social e da Fundação para a Ciência e a Tecnologia, e lecciona como Professora Convidada em cursos de Mestrado no ISCTE-IUL. Tem-se dedicado sobretudo ao estudo dos estereótipos e do preconceito contra as pessoas idosas. Neste domínio tem apresentado os seus trabalhos em congressos nacionais e internacionais, e tem publicações em revistas com impacto na comunidade científica. Tem também desenvolvido actividades em projectos europeus na área de promoção da qualidade dos serviços sociais para pessoas idosas.

Partilhar