Economia e Políticas Económicas

A Crise, a Família e a Crise da Família

Nº 30 | setembro 2012

Mónica Leal da Silva

* 10% desconto incluído. Portes de envio grátis para Portugal Continental e Ilhas.
Sobre
Ver

Sinopse

Vivemos uma crise que afecta todos, mas não todos de igual forma. Alguns entre nós já não se bastam e o Estado não lhes chega. Voltam-se para a família, quando têm família. Mas se o Estado encolhe agora, as famílias encolheram antes. E se a ausência de planeamento familiar gera pobreza, a queda drástica da natalidade gera também problemas económicos e sociais. Para compreender como chegámos aqui e para encontrar uma saída, é necessário, mas não suficiente, falar de dinheiro. Apurar responsabilidades exige uma reflexão ética sobre a família e o trabalho. Este é o tema do presente ensaio.

Autoria

Coordenação e autoria

  • Mónica Leal da Silva
    Mónica Leal da Silva nasceu em Lisboa em 1967, de pais e avós professores. Licenciou-se na Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa em Línguas e Literaturas Modernas. Depois dos estudos, dedicou uma década ao ensino de crianças dos 6 aos 18 anos na Escola Alemã de Lisboa. Em 1993, publicou três livros: O António Só Tem Medo de Algumas Coisas, O Prédio do António Tem Muitos Barulhos, e O Melhor Natal do António. Em 2001, mudou-se para os Estados Unidos, onde passou a ensinar língua e literatura portuguesas na Universidade de Princeton. Desde 2008, ensina na Universidade Estadual do Michigan nas áreas de literatura infantil, escrita criativa, e língua portuguesa. É casada e mãe de duas filhas. Dedica-se a ler e a escrever, em inglês e em português.

Partilhar