Economia e Políticas Económicas

Crise e Castigo

PUBLICADO EM abril 2016
* 10% desconto incluído. Portes de envio grátis para Portugal Continental e Ilhas.
Sobre
Ver

Sinopse

À adesão à CEE, em 1986, seguiram-se 15 anos de grande fulgor económico, que permitiram aderir ao euro no pelotão da frente. Nesse período surgiram desequilíbrios que se agravaram no século XXI devido à persistência num modelo económico esgotado e ao crédito fácil. A longa estagnação e a crise financeira internacional conduziram ao terceiro pedido de resgate no pós-25 de Abril, desta vez a uma Troika. As causas da crise e o castigo que se lhe seguiu são o tema deste livro.

Autoria

Coordenação e autoria

  • Fernando Alexandre
    Professor Associado com Agregação da Universidade do Minho, vice-presidente do Conselho Económico e Social e consultor da Fundação Francisco Manuel dos Santos. Na Universidade do Minho exerceu as funções de Pró-Reitor, presidente da Escola de Economia e Gestão e director do Departamento de Economia. Foi presidente do Conselho de Administração da SBS Startup Braga, SA, e secretário de Estado Adjunto do ministro da Administração Interna no XIX Governo Constitucional. Autor e coordenador de sete livros sobre a economia portuguesa e de artigos publicados em revistas científicas internacionais como a World Economy, Open Economies Review, Regional Studies, CESifo Economic Studies, Journal of Technology Transfer, Economics Letters ou Higher Education. Colaborou como consultor para entidades públicas e privadas, entre as quais, a Comissão Europeia, o Governo português, a Fundação Francisco Manuel dos Santos, a Fundação Calouste Gulbenkian, o Tribunal de Contas, a Confederação Empresarial de Portugal (CIP), a Associação Portuguesa de Seguradores ou a Associação Comercial do Porto. É membro do painel de comentadores do programa 360º da RTP3 e colabora regularmente com os media.
  • Luís Aguiar-Conraria
    Economista. Docente na Universidade do Minho
    É doutorado em Economia pela Cornell University e professor da Escola de Economia e Gestão da Universidade do Minho. Dedica-se à macroeconomia e à economia política. Recebeu o Prémio Gulbenkian para a Internacionalização das Ciências Sociais. Integra o Comité da Datação dos Ciclos Económicos da Fundação, um grupo de peritos que acompanha a evolução das recessões na economia portuguesa.
  • Pedro Bação
    Professor universitário
    É doutorado em Economia pela Universidade de Londres – Birkbeck College e é professor da Faculdade de Economia da Universidade de Coimbra. Investiga nas áreas da macroeconomia e da econometria. É autor de diversos artigos e livros sobre a economia portuguesa.

Partilhar