A
A

Democracia sem «demos»?

73 min
Ver episódio

O filósofo francês Claude Lefort chamou repetidamente a atenção para o que considerava ser uma particularidade da democracia moderna e que consistia em esta encarar o poder como um lugar vazio. Importa aqui salientar a diferença entre afirmar que o poder é um lugar vazio e dizer que o poder não pertence a ninguém, como se podia sustentar em relação às democracias antigas. Neste último caso, os membros duma comunidade recusam a cada um dentre eles o direito de se apoderar do poder, mas este é reivindicado pela comunidade no seu todo; pelo contrário, quando se diz que o poder é um lugar vazio o que está em causa é afirmar que o poder é irrepresentável, que nenhuma comunidade o sustenta e que a sociedade é uma diversidade pura de indivíduos. Será este diagnóstico das democracias modernas correto? Como foi possível chegar a esta situação? E como a poderemos superar?
– A democracia pressupõe um «nós» e um «eles» [Pode haver uma democracia cosmopolita?]? 
– Existe democracia sem «demos»? 
– O que é que constitui/define um povo? 
– Como podemos definir o «nós» e o «eles» nas condições atuais? Através das nações, ou das classes sociais? 
– A democracia deve ainda ser compreendida nos quadros do Estado, ou à sua margem? 
– A democracia é possível em grandes espaços onde convivam vários povos [A globalização e a democracia são compatíveis?]? 
– Os fluxos migratórios constituem uma ameaça à democracia [povo e identidades culturais]? 
– Por quem devem ser distribuídos recursos escassos [apenas por quem tenha com a comunidade política laços de ligação efetiva?]? 
– É a democracia uma forma de Estado ultrapassada? 
– Vivemos já na era da Pós-democracia?

Como avalia este conteúdo?
A sua opinião é importante.
0
No votes yet
Episódios
1
Boas-vindas Encontro Admirável Mundo Novo (Nuno Garoupa e Pedro Magalhães)
Admirável Mundo Novo - Boas-vindas

Neste encontro atendemos ao aviso que Aldous Huxley, o autor de «Admirável Mundo Novo», nos fez há mais de meio século. Quais as principais inovações tecnológicas a que assistimos...

38 min
Saber mais

Neste encontro atendemos ao aviso que Aldous Huxley, o autor de «Admirável Mundo Novo», nos fez há mais de meio século. Quais as principais inovações tecnológicas a que assistimos...

38 min
Saber mais
2
Abertura Encontro Admirável Mundo Novo Manuela Veloso
Admirável Mundo Novo - Conferência de Abertura

A portuguesa Manuela Veloso, considerada uma das maiores autoridades mundiais em robótica, na abertura do Encontro «Admirável Mundo Novo», apresentou as suas criações. Descubra...

30 min
Saber mais

A portuguesa Manuela Veloso, considerada uma das maiores autoridades mundiais em robótica, na abertura do Encontro «Admirável Mundo Novo», apresentou as suas criações. Descubra...

30 min
Saber mais
3
O Eu digital - Encontro Admirável Mundo Novo
Eu Digital

Há um intelectual que detesta a Google, a Apple, a Amazon, o Facebook - e certamente muitos mais. Esse homem é Evgeny Morozov, escritor e investigador das implicações sociais e...

70 min
Saber mais

Há um intelectual que detesta a Google, a Apple, a Amazon, o Facebook - e certamente muitos mais. Esse homem é Evgeny Morozov, escritor e investigador das implicações sociais e...

70 min
Saber mais
4
Vida Inteligente (Ellen Jorgensen; Pedro Lima mod. Diogo Queiroz de Andrade)
Vida inteligente

Quais são as fronteiras entre o natural, o social e o artificial? Ellen Jorgensen e Pedro Lima discutiram no Encontro Admirável Mundo Novo estas e outras questões, numa sessão onde...

62 min
Saber mais

Quais são as fronteiras entre o natural, o social e o artificial? Ellen Jorgensen e Pedro Lima discutiram no Encontro Admirável Mundo Novo estas e outras questões, numa sessão onde...

62 min
Saber mais
Encontros da Fundanção Francisco Manuel dos Santos
Série
Conferência
Encontros da Fundação
181EPISÓDIOS
2015-2021

Conferências que reúnem os maiores especialistas nacionais e internacionais sobre temas que vão da ética à política, das mulheres aos jovens, da segurança social ao envelhecimento, da economia à ciência e ao universo.

Ler menos