Diversificação e Crescimento da Economia Portuguesa
Economia e Políticas Económicas

Diversificação e Crescimento da Economia Portuguesa

Publicado em outubro 2018

Uma análise ao potencial de diversificação da economia portuguesa

Sobre
Ver

Sinopse

A definição de políticas públicas que promovam o crescimento económico é uma das mais importantes questões para um Governo. Este estudo procura contribuir para essa discussão, com enfoque em políticas públicas dirigidas para a promoção do crescimento económico por via da diversificação produtiva. A teoria económica sugere que o crescimento económico está fortemente associado à divisão do trabalho. Nesse sentido, aquelas políticas públicas devem focar-se em produtos e serviços nos quais um país tem vantagem em especializar-se. No entanto, e apesar da exploração crescente da divisão de trabalho (por via da interligação entre economias no mercado global), as diferenças de rendimento per capita entre países parecem não ter diminuído. De acordo com uma visão evolucionista da economia, uma justificação possível para estas diferenças pode residir no facto de algumas capacidades (competências específicas dos trabalhadores e empresários, sistema legal, sistema educativo, sistema de inovação) serem tácitas e – logo – não poderem ser transacionadas, o que implica que a estrutura produtiva de um país tenha de dispor dessas capacidades localmente se pretender aspirar a produzir determinados produtos e serviços.

Projecto

Coordenadores: Leonor Sopas (Católica Porto Business School)

Resumo do estudo - Diversificação e Crescimento da Economia Portuguesa
Economia e Políticas Económicas

Resumo do estudo - Diversificação e Crescimento da Economia Portuguesa

Publicado em outubro 2018

Resumo do estudo

Sobre
Ver

Sinopse

Este resumo procura expor as principais conclusões do estudo «Diversificação e Crescimento da Economia Portuguesa».

Partilhar

Relacionados

1 /