Estudo «Financiamento do empreendedorismo em Portugal»
NOVO
Economia e Políticas Económicas

Estudo «Financiamento do empreendedorismo em Portugal»

Publicado em junho 2022

O empreendedorismo é fundamental para a criação de empregos e o desenvolvimento económico do país. Como é que as restrições financeiras travam os empreendedores? Podem programas de apoio fazer a diferença na criação de negócios? Conheça o novo estudo da Fundação.

Sobre
Ver

Autoria

Coordenação e autoria

  • Miguel Ferreira
    É professor catedrático da Nova School of Business and Economics, detentor da cátedra BPI-Fundação «la Caixa» em Finanças Sustentáveis e director da área de docentes e investigação. É também investigador afiliado do ECGI e CEPR e recebeu um prémio de investigação do Conselho Europeu de Investigação. É doutorado em finanças pela Universidade de Wisconsin-Madison.

Equipa

  • Marta C. Lopes - Universidad Carlos III de Madrid
  • Francisco Queiró - Nova School of Business and Economics
  • Hugo Reis - Departamento de estudos económicos do Banco de Portugal
Resumo do Estudo
NOVO
Economia e Políticas Económicas

Resumo do Estudo

Publicado em junho 2022

O empreendedorismo é fundamental para a criação de empregos e o desenvolvimento económico do país. Como é que as restrições financeiras travam os empreendedores? Podem programas de apoio fazer a diferença na criação de negócios? Conheça a versão resumida do estudo da Fundação.

Sobre
Ver

Sinopse

Este estudo pretende responder à seguinte questão: como é que as restrições financeiras afetam diferentes tipos de empreendedores? De forma a identificar o efeito das restrições financeiras no empreendedorismo, este estudo utiliza um programa público português denominado Montante Único. Este programa permite a qualquer beneficiário receber o valor total do seu subsídio de desemprego num montante único, de forma a poder iniciar o seu próprio negócio. O acesso ao financiamento concedido a pessoas individuais através deste programa é um mecanismo adequado para compreender como a atenuação de constrangimentos financeiros contribui para o desenvolvimento de um empreendedorismo de elevada qualidade. Os resultados deste estudo são relevantes do ponto de vista da formulação de políticas públicas, pois fornecem evidências sobre como promover o empreendedorismo que impulsiona a criação de empregos e o crescimento económico.

Autoria

Coordenação e autoria

  • Miguel Ferreira
    É professor catedrático da Nova School of Business and Economics, detentor da cátedra BPI-Fundação «la Caixa» em Finanças Sustentáveis e director da área de docentes e investigação. É também investigador afiliado do ECGI e CEPR e recebeu um prémio de investigação do Conselho Europeu de Investigação. É doutorado em finanças pela Universidade de Wisconsin-Madison.

Equipa

  • Marta C. Lopes - Universidad Carlos III de Madrid
  • Francisco Queiró - Nova School of Business and Economics
  • Hugo Reis - Departamento de estudos económicos do Banco de Portugal
Vídeo Infográfico sobre o «Financiamento do empreendedorismo em Portugal»
Economia e Políticas Económicas

Vídeo Infográfico sobre o «Financiamento do empreendedorismo em Portugal»

Publicado em junho 2022

Sobre
Ver
Apresentação e debate do estudo «Financiamento do empreendedorismo em Portugal»
Economia e Políticas Económicas

Apresentação e debate do estudo «Financiamento do empreendedorismo em Portugal»

Publicado em junho 2022

A falta de financiamento é o grande travão ao empreendedorismo em Portugal? Como limita a qualidade dos novos negócios no país? E de que forma programas como o Montante Único podem ser uma ferramenta eficaz para criar emprego? Perguntas para um debate onde participam a especialista em banca e vice-presidente da Portugal Ventures Teresa Fiúza, o empreendedor do sector tecnológico José Maria Rego e o economista e coordenador da investigação Miguel Ferreira.

Sobre
Ver

Partilhar