NOVO
Excerto
Questões Sociais

Como nascem e como morrem os Portugueses

PUBLICADO EM fevereiro 2020
* Portes de envio grátis para Portugal Continental e Ilhas.
Sobre
Ver

Sinopse

A natalidade e a mortalidade são fatores determinantes da dimensão e da estrutura de uma população, as quais condicionam o como se nasce e o como se morre. Por sua vez, o conhecimento da dimensão e da estrutura da população são importantes para caracterizar o país que hoje somos e projetar e prever como seremos no futuro. Projetar o futuro é importante porque, se se apresentar como o desejável, as medidas de política deverão favorecer todo o cenário. Pelo contrário, se se apresentar como indesejável, deverão ser tomadas as medidas indispensáveis à correção da tendência prevista. A análise dos dados sobre nascimentos e óbitos visou identificar as características de quem nasce e de quem morre em Portugal e, através dessa identificação, responder a algumas interrogações centrais, nomeadamente: • Como é que o como se nasce e morre em Portugal define a população que hoje somos? • Como nos caracterizamos enquanto população? • Como evoluímos? • Como é que a população que somos influenciou o como se nasce e se morre no nosso país?

Autoria

Coordenação e autoria

  • Maria Filomena Mendes
    Demógrafa e Professora Universitária na Universidade de Évora
    Licenciada em Economia e doutorada em Sociologia, é demógrafa e professora na Universidade de Évora. Autora de livros e de artigos científicos nos domínios da demografia, dinâmicas e projecções, fecundidade e família, e mortalidade e envelhecimento, tem feito divulgação científica sobre questões demográficas em jornais, programas de radio e televisão. Foi presidente da Sociedade Portuguesa de Demografia.

Partilhar