19/08/2020

O estado da economia portuguesa durante a pandemia da Covid-19

Esta recessão ameaça quebrar o recorde da recessão anterior, que foi a maior desde 1980. O regime especial de lay-off simplificado torna os dados do emprego difíceis de comparar com o passado.

Na primeira metade de 2020, a economia portuguesa entrou numa recessão violenta e abrupta. O PIB real per capita no primeiro trimestre caiu 3,9% em relação ao trimestre anterior, a que se seguiu, no segundo trimestre, uma quebra de 14,1% em cadeia – as duas maiores quebras desde que há registos (1977). Muitos indicadores mensais da actividade económica apresentam quebras significativas entre Fevereiro e Março, e quebras históricas no mês seguinte. (...)
A última recessão, de 2010-2013, teve a maior amplitude de todas as recessões desde 1980, mas a recessão em que o país se encontra agora ameaça quebrar esse recorde.

Report Ver Comunicado