Documentário «Mulheres em Portugal»
Questões Sociais

Documentário «Mulheres em Portugal»

19 e 22 abril 2021

2021

19 abril
21h00 - 21h30
RTP1

2021

22 abril
21h00 - 21h30
RTP1

Documentário «Mulheres em Portugal»

Como é ser mulher, hoje, em Portugal? Através das histórias de vida de oito mulheres, conheça um retrato dos progressos dos últimos 40 anos no país e dos obstáculos que ainda hoje enfrentam. Uma co-produção da Fundação com a RTP, com narração de Carlos Daniel.

Qual é hoje o retrato da condição feminina no país? Quais são as oportunidades e os desafios que ainda se colocam? Neste documentário em dois episódios, é analisado o caminho percorrido pelas mulheres em Portugal desde a década de 1970. Um percurso feito de inegáveis avanços e conquistas, mas onde a discriminação se mantém. Por isso, este é também um olhar sobre as desigualdades profissionais e a disparidade salarial, sobre o trabalho não pago e o ciclo vicioso que o alimenta, ou sobre a violência doméstica, da qual são as principais vítimas. Um retrato das mulheres em Portugal em 2021 e do futuro que queremos construir. Com entrevistas a especialistas, suporte de dados estatísticos da Pordata e o apoio científico da socióloga Anália Torres.

Programa

Ver dia

RTP1

  • 21h00
    «Mulheres em Portugal» (1º parte)
    Os últimos 40 anos foram marcados por vários avanços e conquistas das mulheres. No mundo e em Portugal, também. Ser mulher em Portugal hoje é incomparávelmente diferente do que era, por exemplo, no início da década de 1970 quando as mulheres não podiam viajar sem o consentimento do marido ou do pai. Quais os impactos destas mudanças?

RTP1

  • 21h00
    «Mulheres em Portugal» (2ª parte)
    Portugal tem uma das mais elevadas taxas de emprego das mulheres da União Europeia. Isto explica-se porque ao contrário do que aconteceu no resto da Europa, após a Segunda Grande Guerra Mundial as mulheres permaneceram nos seus empregos fora de casa. Mas a verdade é que existem ainda muitas disparidades e várias áreas profissionais onde as mulheres raramente conseguem aceder.
Ver

Partilhar