Como vivemos?
Como vivemos?
Nós, Portugueses

Como vivemos?

Nós, Portugueses

Como vivemos?

Como vivemos?

Como vivemos?

Nas últimas duas décadas, a sociedade portuguesa ficou mais rica ou mais pobre? Há igualdade de oportunidades na educação e na saúde? O “elevador social” está a funcionar? E como podemos reduzir as desigualdades? Não perca a conferência que traz a Portugal um dos maiores especialistas em políticas públicas, o ex-secretário do Trabalho dos EUA, Robert Reich.

Desde o início do século XXI que um conjunto de forças contraditórias está a moldar a sociedade portuguesa. Estamos mais instruídos e qualificados, mas também mais envelhecidos. Se a economia global vive um período de expansão (com taxas de crescimento do Produto Interno Bruto entre 3% e 4%), a economia portuguesa tem tido resultados decepcionantes, devido a problemas estruturais, mas também a choques externos, da competição do Leste e da China à crise das dívidas soberanas. Subir na vida em Portugal tem sido possível? Ter um emprego não é uma garantia de viver com dignidade. Em Portugal, 11% da população que trabalha é pobre. E 44% dos portugueses viveriam abaixo do limiar de pobreza se não recebessem pensões sociais, como a reforma, o subsídio de desemprego ou doença. Para reduzir estas desigualdades é preciso que o país cresça mais? Ou a redução das desigualdades à partida é fundamental para que esse crescimento ocorra? E perante uma população mais envelhecida, da digitalização e da robotização, que modelo de Estado-Providência será uma melhor opção? Nesta conferência, vamos reflectir sobre a capacidade de as instituições públicas assegurarem o bem-estar económico e social e uma efectiva igualdade de oportunidades no acesso aos direitos sociais básicos: educação, saúde, habitação e segurança económica.

O ex-secretário do Trabalho dos EUA e professor da Universidade da Califórnia Robert Reich vem a Portugal para falar do declínio da mobilidade social e dos perigos do aumento das desigualdades. O especialista em políticas públicas aponta caminhos para que os sistemas sociais e políticos revertam estas tendências preocupantes.

Programa

  • 14h00
    Acreditação
  • 15h00
    Documentário
    Antestreia do 2º documentário* da série Nós, Portugueses, sobre o país que seremos com as alterações demográficas. Feito em co-produção com a RTP, com dados da Pordata e uma visão prospectiva, é narrado pelo jornalista Carlos Daniel. (*) Este documentário não será transmitido em directo em streaming.
  • 16h00
    Como pôr o elevador social a funcionar?
    Em que medida as desigualdades limitam a possibilidade de mobilidade social na nossa sociedade? Que medidas podemos tomar para garantir um acesso mais equitativo à educação, saúde e habitação. Que grupos sociais devemos priorizar? Qual a forma mais eficaz de melhorar a mobilidade social em Portugal?
  • 17h00
    Intervalo
  • 17h30
    As origens da desigualdade
    As razões que explicam o alastrar das desigualdades económicas e sociais nas últimas décadas nas principais economias. Os motivos para o declínio da mobilidade social, os perigos do aumento das desigualdades e a forma como os sistemas sociais e políticos devem tentar reverter estas tendências preocupantes.
  • 18h35
    Encerramento
  • 22h00
    Assista ao vivo ao Fronteiras XXI
Ver

Partilhar