O Futuro do Planeta
O Futuro do Planeta
Ao Encontro dos Portugueses

O Futuro do Planeta

14 e 15 setembro 2019
Ao Encontro dos Portugueses

O Futuro do Planeta

14 e 15 setembro 2019

2019

14 setembro
14h45 - 23h55
Teatro Camões, Parque das Nações
Ver mapa

2019

15 setembro
13h45 - 19h30
Teatro Camões, Parque das Nações
Ver mapa

O Futuro do Planeta

Num planeta cada vez mais ameaçado pela subida das temperaturas, aumento da poluição e pelo aquecimento dos oceanos, as soluções são urgentes. É para as debater que se reúnem em Lisboa, a 14 e 15 de Setembro, o ex-secretário de Estado norte-americano John Kerry, a exploradora subaquática Sylvia Earle, o ecologista Carl Safina e muitos outros especialistas nacionais e internacionais.

Programa

Ver dia

Teatro Camões, Parque das Nações

  • 14h45
    Acreditação
  • 15h00
    Abertura
  • 15h25
    O grande bazar do mundo
  • 16h20
    O Habitat Natural
  • 17h30
    Intervalo
  • 18h00
  • 18h15
    AUDITÓRIO MAR DA PALHA (Oceanário de LIsboa)
    Açores, o Epicentro do Mar Português
  • 19h30
    Intervalo para jantar
    Será servida uma refeição ligeira
  • 19h30
    AUDITÓRIO MAR DA PALHA (Oceanário de LIsboa)
    Estreia do documentário “Mar Urbano Lisboa”
    Documentário de José Vieira Mendes e Ricardo Gomes. O filme mostra os recursos do ecossistema único que é o Estuário do Tejo: a qualidade das águas, a biodiversidade marinha, o futuro da cidade e da área metropolitana que a rodeia. Entrada livre, mediante a capacidade da sala.
  • 21h30
    O azul dos Açores
  • 22h45
    Concerto dos Sem Espinhas
    Projecto musical exclusivo para este Encontro da Fundação
    Silêncio, que se vai cantar... de tudo um pouco. Quatro extraordinárias vozes portuguesas unem-se como os quatro elementos da Natureza, para a cantar e lhe dar corpo. Tal como a Água, Terra, Ar e Fogo se completam, Lúcia Moniz, Xana, Fred Ferreira e Rui Reininho juntam-se para dar vida a um projecto diferente. Com coordenação de Pedro Puppe, os Sem Espinhas sobem ao palco para reinventar temas intemporais portugueses, num concerto salgado, verde, memorável... e irrepetível.
  • 23h55
    Governo Sombra

Teatro Camões, Parque das Nações

Partilhar