A base americana dentro da cidade

Ensaio

A instalação de uma base naval americana levou à Ponta Delgada de 1918 um perfume do Novo Mundo. Correram rumores sobre planos separatistas. A história contada através dos jornais da época. As tropas comandadas pelo Almirante Dunn foram recebidas em clima de festa quando, em Janeiro de 1918, a base naval norte-americana se instalou na ilha de São Miguel. Os micaelenses saudavam, não propriamente a guerra, mas a América, o comércio americano, um certo perfume de vida e de civilização do outro lado do Atlântico. Manifestavam, enfim, a sua desmesurada esperança numa era de progresso e desenvolvimento. “A base naval” – escrevia-se na Revista Micaelense, propriedade do Marquês de Jácome Correia – “representa uma tradição das mais orgulhosas da política americana e os micaelenses honram-se em ter o ensejo de acompanhar na tuba da fama tão claros sons de civilização.”
Ler do início