As economias da zona euro: na periferia da globalização

Não é possível perceber as dificuldades da zona euro sem a enquadrar na globalização contemporânea, um movimento cujo início podemos situar em 1979/80, quando os Estados Unidos, o Reino Unido e o Japão optaram pela liberdade de circulação de capitais. Isso aconteceu num contexto monetário de padrão dólar e com uma relação estreita entre dólar e preços do petróleo que já vinha de meados da década de 70. E também com o início da integração da China na economia mundial e do seu espectacular crescimento, assente nas exportações e no investimento no sector exportador. Foi ainda esta globalização que criou condições aos EUA para derrotar a URSS na Guerra Fria.
Ler do início